quinta-feira, janeiro 21, 2016

Tabela de Honorários em registro no SINAPI

Autor: IAB-DN Data: 15/01/2016

Departamento: Nacional

Está concluída a etapa de convencimento quanto à legalidade, qualidade e abrangência das Tabelas de Honorários e do Sistema de Cálculo junto ao SINAPI (Sistema Nacional de Pesquisa de Custos e Índices da Construção Civil), informa o arquiteto Odilo Almeida.

Esclarece, ainda, que “a partir de fevereiro, iremos tratar de instruções e procedimentos internos que o SINAPI irá elaborar , com a nossa ajuda , para as 144 unidades do país que operam com o repasse de recursos, análise de projetos e acompanhamento de obras.”

Como se sabe, o SINAPI tem gestão compartilhada entre Caixa e IBGE e divulga mensalmente custos e índices da construção civil. É uma referência para grande parte das obras públicas e para também para obras privadas.

Odilo Almeida coordenou a Comissão Especial do IAB que, durante mais de quatro anos, trabalhou para a elaboração da nova Tabela de Honorários, aprovada pelo Conselho Superior da entidade em 2011. Levada para a análise das demais entidades nacionais de arquitetura e urbanismo, FNA, ABEA, ABAP e AsBEA, reunidas no Conselho de Entidades de Arquitetura e Urbanismo do CAU-BR (CEAU-CAU BR), a Tabela recebeu diversas contribuições vindo a ser aprovada por unanimidade em agosto de 2013.  O CAU-BR acolheu a Tabela e a oficializou em outubro do mesmo ano, passando a ser a única base de honorários aprovada por todas as instituições.

A Tabela inovou ao incorporar o conceito de Projeto Completo e ao especificar o Escopo de cada tarefa a ser desempenhada pelo arquiteto e urbanista.

Desde então, o colega Odilo Almeida, ex-presidente do IAB-CE, membro do Conselho Superior do IAB e hoje também Presidente do CAU-Ceará, tem feito enorme esforço de divulgação da Tabela e treinamento de arquitetos para o seu uso, recebendo apoio importante do nosso Conselho de Arquitetura e Urbanismo, CAU-BR, que se responsabilizou, também, pela montagem e manutenção do software que viabiliza o uso simples do documento.

A propósito desse nova etapa, o arquiteto Roberto de Castro Mello, de grande experiência no tema, considera “ Grande avanço tanto para o âmbito externo quanto interno, o que acredito tenha sido a maior conquista.”

O arquiteto Demetre Anastassakis, Conselheiro Vitalício do IAB, comentou: “Mais uma vez, Parabéns! Lembro aos colegas que toda a construção habitacional privada que use qualquer financiamento se utiliza do Sinapi! é praticamente "universal".. “Sabemos que para termos um uso respeitado e efetivo da tabela, rolará muita água ainda...mas conseguiremos após a inclusão no SINAPI“, avalia o arquiteto Neilton Dórea, do Conselho Superior do IAB pelo IAB BA.

As Tabelas podem ser acessadas por qualquer pessoa (arquitetos ou não) nos seguintes endereços:  http://iab.org.br/documentos ou
http://honorario.caubr.gov.br/auth/login

Fonte:http://www.iab.org.br/noticias/tabela-de-honorarios-em-registro-no-sinapi

Postar um comentário