quarta-feira, fevereiro 10, 2016

Autodesk BIM360 Grátis

image

A Autodesk lançou o Autodesk BIM 360 no formato gratuito com uso ilimitado de usuários e de espaço para um projeto.

Dará suporte á arquivos 2D e 3D.

Para quem pagar U$249,00 por projeto/por mês, terá a mesma coisa acrescido de qualquer tipo de arquivo sendo armazenado.

image

Clique no link para acesso ao site

Finalmente, 2016 começou.

Ter o carnaval no inicio de fevereiro foi ao mesmo tempo um desespero e um alívio…..Desespero, pois ninguém quer contratar nada antes do carnaval….nenhum serviço, nenhum curso, nenhuma consultoria, e para piorar, estamos na famosa crise que pegou todo mundo.

Ao mesmo tempo, um alívio por ser tão cedo, pois sendo em março, poderia ser catastrófico para muita gente que não suportaria aguentar sem fazer negócios até lá.

Pelo visto, vale o velho ditado….tudo no Brasil só funciona depois do carnaval…tomara que sim…estamos todos tentando acreditar nisso.

O lado bom de uma crise como a que está sobre o Brasil é fazer o brasileiro ser criativo para fugir dela….novos negócios surgem do nada, como alternativa à métodos antigos e ultrapassados.

Nessa onda vem a Tecnologia BIM, permitindo abrir novos caminhos e novas oportunidades.

Minha sugestão para quem ainda não migrou do CAD para BIM….migre…e migre rápido….pois é um caminho sem volta. Quem permanecer em tecnologia ultrapassadas está fadado ao fracasso…..sugestão de leitura para entender melhor sobre isso que estou falando é o livro ou o vídeo “Quem Mexeu no meu queijo”.

https://www.youtube.com/watch?v=aJtm1_dHTqE

Pois bem, deixem o queijo velho de lado e partam em direção de um queijo novo. Para isso, busquem ajuda para começar.

Se é um estudante, e não tem dinheiro para pagar bons cursos, procure vídeos tutoriais na internet de graça. Fica um dica: nunca assuma como certo o primeiro vídeo que encontrar. Veja outros e compare. Tem muita gente falando besteira na internet.

Se é um estudante, e tem dinheiro para pagar bons cursos, invista em um que seja completo. Nã vale a pena investir em cursos “básicos”. Esses cursos dão apenas uma pequena noção do assunto. Vai faltar muita coisa e você vai responsabilizar o curso por não ter aprendido assunto A ou B. Além disso, o mercado já está procurando por especialistas ou pessoas mais experientes. Minha sugestão, conheça nosso curso Master em Revit (160h) passando por todos os módulos de arquitetura, estrutura e instalações, ou o curso Revit Expert (80h), passando pelos módulos de Modelagem de familias, parametrização, avançado, estrutura e instalações.

Se é um profissional liberal, siga o mesmo raciocínio acima. Invista em um curso completo.

Se é uma empresa, além do treinamento completo, busque uma consultoria para a correta implantação. Esse processo envolve uma análise da empresa nas questões de pessoal, de infraestrutura, de objetivo, entre outras.

Se é uma construtora ou incorporadora, além da consultoria, poderá buscar apoio de empresas especializadas em serviços BIM ou procurar parceiros que já usam o BIM. Observação importante: não adianta querer migrar um processo de trabalho baseado em CAD para BIM se a cultura da empresa pensa ao contrário. Deve-se abrir a cabeça e permitir aceitar o novo. Pessoas de gestão e controle precisam ser treinadas para poderem saber cobrar corretamente.

Por fim, minha propaganda para tudo isso. Quem precisar de treinamento e consultoria, podem falar comigo em alexjusti@alexjusti.com ou no Tel/Whatsapp 61 99694642

Quem precisar de serviços de projetos e serviços BIM, contamos com uma equipe multidisciplinar colaborativa, sendo uma das poucas no Brasil a trabalhar dessa maneira.

terça-feira, fevereiro 02, 2016

Bate-papo com Alexander Justi em Brasília–Soluções em tempo de crise usando a Tecnologia BIM

Alex palestra

O evento será presencial!!!! Necessário inscrição prévia para participação.

Av.Pau Brasil, lote 6 – Auditório – Edifício E-Business – Em frente á estação do Metro de Águas Claras/DF.

Telefones para inscrições: 61 3346-1213 e 3562-3095

contato@alexjusti.com

Master em Revit em Maceió/AL 2016

Master em Revit

Mais detalhes do curso, acesse o site www.alexjusti.com

Programa didático:

  • Revit Básico
  • Revit MOdelagem de Familias e Parametrização
  • Revit Avançado
  • Revit Structure
  • Revit MEP HVAC
  • Revit MEP Elétrica
  • Revit MEP Hidráulica

Revit Básico Express–Frederico Wesphalen/RS

 

Revit Express

Matriculas abertas!!!!!

contato@alexjusti.com ou no Whatsapp 61 8173-7060

quinta-feira, janeiro 21, 2016

Tabela de Honorários em registro no SINAPI

Autor: IAB-DN Data: 15/01/2016

Departamento: Nacional

Está concluída a etapa de convencimento quanto à legalidade, qualidade e abrangência das Tabelas de Honorários e do Sistema de Cálculo junto ao SINAPI (Sistema Nacional de Pesquisa de Custos e Índices da Construção Civil), informa o arquiteto Odilo Almeida.

Esclarece, ainda, que “a partir de fevereiro, iremos tratar de instruções e procedimentos internos que o SINAPI irá elaborar , com a nossa ajuda , para as 144 unidades do país que operam com o repasse de recursos, análise de projetos e acompanhamento de obras.”

Como se sabe, o SINAPI tem gestão compartilhada entre Caixa e IBGE e divulga mensalmente custos e índices da construção civil. É uma referência para grande parte das obras públicas e para também para obras privadas.

Odilo Almeida coordenou a Comissão Especial do IAB que, durante mais de quatro anos, trabalhou para a elaboração da nova Tabela de Honorários, aprovada pelo Conselho Superior da entidade em 2011. Levada para a análise das demais entidades nacionais de arquitetura e urbanismo, FNA, ABEA, ABAP e AsBEA, reunidas no Conselho de Entidades de Arquitetura e Urbanismo do CAU-BR (CEAU-CAU BR), a Tabela recebeu diversas contribuições vindo a ser aprovada por unanimidade em agosto de 2013.  O CAU-BR acolheu a Tabela e a oficializou em outubro do mesmo ano, passando a ser a única base de honorários aprovada por todas as instituições.

A Tabela inovou ao incorporar o conceito de Projeto Completo e ao especificar o Escopo de cada tarefa a ser desempenhada pelo arquiteto e urbanista.

Desde então, o colega Odilo Almeida, ex-presidente do IAB-CE, membro do Conselho Superior do IAB e hoje também Presidente do CAU-Ceará, tem feito enorme esforço de divulgação da Tabela e treinamento de arquitetos para o seu uso, recebendo apoio importante do nosso Conselho de Arquitetura e Urbanismo, CAU-BR, que se responsabilizou, também, pela montagem e manutenção do software que viabiliza o uso simples do documento.

A propósito desse nova etapa, o arquiteto Roberto de Castro Mello, de grande experiência no tema, considera “ Grande avanço tanto para o âmbito externo quanto interno, o que acredito tenha sido a maior conquista.”

O arquiteto Demetre Anastassakis, Conselheiro Vitalício do IAB, comentou: “Mais uma vez, Parabéns! Lembro aos colegas que toda a construção habitacional privada que use qualquer financiamento se utiliza do Sinapi! é praticamente "universal".. “Sabemos que para termos um uso respeitado e efetivo da tabela, rolará muita água ainda...mas conseguiremos após a inclusão no SINAPI“, avalia o arquiteto Neilton Dórea, do Conselho Superior do IAB pelo IAB BA.

As Tabelas podem ser acessadas por qualquer pessoa (arquitetos ou não) nos seguintes endereços:  http://iab.org.br/documentos ou
http://honorario.caubr.gov.br/auth/login

Fonte:http://www.iab.org.br/noticias/tabela-de-honorarios-em-registro-no-sinapi

quarta-feira, janeiro 20, 2016

Tecnologias 3D, 4D, 5D, 6D e 7D

Pessoal,
muitas pessoas não sabem ou não conhecem as tecnologias que trabalham sob a Tecnologia BIM. Para completar, muitas pessoas confundem as tecnologias 4D ao 7D como novas dimensões.
Para aqueles que ainda tem dúvida, continuamos tendo apenas as duas dimensões 2D e 3D.
Com o advento da Tecnologia BIM, percebemos que muitas construtoras e incorporadores tem investido em modelagem 3D para uso dos dados incorporados ao modelo além do uso apenas de maquete eletrônica da edificação.
O sistema de trabalho colaborativo é uma novidade no mercado. Digo isso, pois grande maioria não está acostumada em trabalhar em conjunto, onde é cada um por si e Deus por todos. Com a Tecnologia BIM, nos obrigamos a mudar o modo de trabalhar para conseguir TODAS as vantagens que ela oferece.
O Governo Federal já pensa em tornar obrigatório o uso da Tecnologia BIM em licitações públicas federais. Isso já é um indicio que não temos volta e a migração do CAD para BIM se tornou uma tendencia no Brasil.
Diversos fóruns, seminários e workshops ja se espalharam pelo Brasil para falar ou discutir sobre o assunto.
BIM 3D
Deve-se tomar cuidado em observar que nem todo o 3D é BIM. Podemos considerar um novo termo chamado BIM 3D para distinguir modelagens que não possuem dados por detras dela. Além da propria visualização em 3D, é capaz de carregar dados para analises e geração de diversas tabelas para serviços de planejamento, orçamento e analise de energia.
image
Fonte: B&B Business (Grupo Alexander Justi e Construtora Innovar/GO)
Uma das grandes vantagens do BIM 3D é o que se chama de clash detection (detecção de interferências), isto é, a listagem de todas as interferências dentro do modelo federado (modelo interdisciplinar e multiplataforma) contendo todas as disciplinas.
image
BIM 4D
No BIM 4D, o usuário poderá vincular um planejamento de obra feito no MS Project ou no Primavera dentro de um software que faz a leitura do modelo federado e permite a ligação do tempo e tarefas ao modelo, gerando uma animação grafica sequencial dessa nova obra.

Fonte: https://dharmasistemas.files.wordpress.com/2013/05/navisworks-01.jpg
BIM 5D
No BIM 5D, o usuário poderá vincular códigos de composição de um sistema de orçamento ao modelo, permitindo adicionar informações dos custos da obra aos elementos modelados. Dessa maneira, se torna mais fácil fazer o orçamento final dessa obra, sem que o orçamentista tenha que capturar os quantitativos manualmente e agragar os codigos em cada repetição de um serviço em um novo projeto, visto que podem ficar gravados em um template.

Fonte: http://www.vicosoftware.com/blogs-0/the-agenda/
BIM 6D
Após o As-built, o usuário poderá realimentar o modelo com as alterações geradas in-loco. Dessa maneira, o proprietário ou o gerente da edificação já em uso pode ter um modelo para seu controle de manutenção ou do ciclo de vida da edificação.
Além disso, poderá controlar a garantia de equipamentos, como as bombas, os elevadores, etc. Tendo ainda, dentro do banco de dados do modelo as informações dos materiais, fabricantes, modelos, manuais, telefones e emails de empresas de manutenção, etc.

Fonte: http://www.youbim.com/br/features.html
BIM 7D
Para os usuários que trabalham com analises de eficiência energética, o acrescimo de dados ao modelo que complementem as informações dos coeficientes dos materiais, dos ambientes, do local, do clima, etc, podem ser usados por diversos softwares BIM que se utilizam desses dados para gerar tabelas e graficos para estudo do projeto para melhorar sua qualidade e se tornar mais eficiente.
























Crise de identidade–Alexander Justi

Pessoal,

minha empresa está passando por uma crise de identidade e preciso da ajuda de vocês para resolver o assunto.

Estamos no mercado há mais de 25 anos e já tivemos outros nomes no passado. Atualmente, uso a marca com o meu nome, Grupo Alexander Justi.

Desde quando comecei a trabalhar com a Tecnologia BIM, passei a ser conhecido por conta dos meus livros, de alguns vídeos que postei e as palestras e cursos que ofereço Brasil afora.

O problema é que algumas pessoas conhecem a empresa por outros nomes. É nesse assunto que preciso da ajuda de vocês.

Estamos estudando qual o melhor nome e logo para usarmos como nossa nova identidade visual.

Além disso, gostaria de saber se o mercado sabe que trabalhamos, além dos treinamentos, com projetos e serviços em BIM.

Por favor, peço que respondam à um pequeno questinário (1 minuto apenas) no link http://goo.gl/forms/urkQZjBjjb

Obrigado.

Alexander Justi

quinta-feira, janeiro 14, 2016

Grupo Nemetschek adquire a Solibri.

O Grupo Nemetschek, do qual faz parte a GRAPHISOFT, adquiriu a Solibri, líder em checagem de modelos BIM.

  • A Solibri é a líder de mercado na garantia e controle de qualidade de modelos BIM (Building Information Modeling), o método de trabalho digital na indústria da construção
  • Possui alto nível de adequação estratégica e extensão significativa do portfólio de soluções da Nemetschek para processos de projeto e de construção
  • Há oportunidades de crescimento consideráveis, como resultado do crescente foco em padrões BIM necessários para projetos de construção do setor público em todo o mundo

Munique / Helsinki, 18 de dezembro de 2015 – O provedor de softwares Nemetschek AG (ISIN 0006452907) acordou hoje a aquisição de 100% das ações da Solibri Oy, com sede em Helsinki, Finlândia. A Nemetschek foi capaz de vencer com sucesso os vários potenciais compradores por causa de sua estrutura de grupo com uma oferta de marca independente.

Solibri é uma provedora global líder e alinhada internacionalmente a soluções de software para a garantia e controle da qualidade do modelo BIM (Building Information Modeling), o método de trabalho digital para a concepção, construção e operação de edifícios. O " Solibri Model Checker" valida se os modelos BIM são compatíveis em termos de integridade, qualidade e se atendem a padrões específicos de cada país ao longo de todo o processo de concepção e construção. A avaliação dos projetos inteiros de acordo com regras de análise lógicas que detectam erros é única em todo o mundo. A Solibri - como todas as marcas do Grupo Nemetschek - é um proponente de padrões abertos (Open BIM) e permite a aplicação de informações da construção relevantes através de interfaces abertas em todas as fases do processo de construção.

A Solibri foi fundada em 1999 e tem cerca de 35 funcionários. Além de sua sede em Helsinki, a empresa tem filiais nos EUA e no Reino Unido e escritórios de vendas na Espanha e na Alemanha. Para o exercício de 2015, Solibri antecipa receitas no valor de pouco menos de 5 milhões de euros, um aumento de mais de 50% em relação ao ano anterior. Uma margem operacional (margem EBITDA) de mais de 20% é esperada para 2015.

A componente fixa do preço da aquisição de compra atinge os 32 milhões de euros. O financiamento é através da obtenção de um empréstimo. Este é complementado por componentes de earn-out, que estão ligados ao aumento das receitas e à lucratividade no ano financeiro de 2017. De acordo com a perspectiva de hoje, os pagamentos de earn-out no valor de aprox. 13 milhões de euros estão previstos. A aquisição deverá ser concluída até o final de 2015.

Perfeita adição estratégica

Estrategicamente, a Solibri é muito significativa para o desenvolvimento do Grupo Nemetschek. As soluções são um complemento perfeito; elas terão uma posição central no portfólio de soluções do Grupo Nemetschek e conectarão todas as marcas e seus produtos por meio de um fluxo de trabalho integrado e holístico. Além disso, o Solibri já tem um alto grau de presença no setor da construção, que irá reforçar o acesso dos cliente ao Grupo Nemetschek neste mercado em forte crescimento. Solibri tem como públi-alvo clientes em todo o ciclo de vida da indústria AEC, por exemplo, empresas de construção, empreiteiros gerais, arquitetos, engenheiros e proprietários de edifícios. As vendas são feitas diretamente, bem como através de uma rede de revendedores. Hoje, as soluções já estão sendo vendidos em todo o mundo.

"A aquisição da Solibri tem sido consistente com a nossa estratégia de aquisições na indústria de AEC e fortalece consideravelmente a nossa posição global como um fornecedor líder de soluções open BIM. Com o apoio do Grupo Nemetschek, a Solibri continuará a prosseguir a sua estratégia de crescimento internacional e se beneficiar do nosso acesso global ao cliente", comenta Patrik Heider, CFOO e Porta-Voz do Grupo Nemetschek. "Vemos na Solibri uma empresa em forte crescimento que irá fortalecer estrategicamente nossa carteira de soluções."

A Solibri, por sua vez, vai lucrar com um grupo forte, com um foco de vendas internacional e acesso direto a uma base de clientes em crescimento, com mais de 1,8 milhões de usuários em todo o mundo. "As sinergias com as marcas Nemetscheck vão pavimentar o caminho para um maior crescimento bem sucedido. Estou convencido de que nós somos um ajuste excelente para o Grupo Nemetschek e que nos beneficiaremos consideravelmente uns dos outros e reforçaremos ainda mais a nossa posição no mercado ", diz Heikki Kulusjärvi, CEO da Solibri.
Impulsos de forte crescimento, como resultado de padrões BIM

A adesão a padrões BIM para projetos de construção financiados com recursos públicos é um tema muito discutido no mundo inteiro uma vez que o cumprimento torna-se cada vez mais exigido pelos governos e autoridades públicas. Com a aplicação integral da regulamentação BIM, a demanda por soluções Solibri está crescendo, uma vez que executa as verificações de qualidade exigidas e melhora os processos. Isto resulta em vantagens consideráveis ​​em termos de custo e eficiência, bem como um elevado grau de fiabilidade e da transparência de criação.

Sobre o Grupo Nemetschek
O Grupo Nemetschek, de Munique, é um fornecedor líder de software a nível mundial para a indústria de AEC (Arquitetura, Engenharia, Construção). Com suas 12 marcas, o Grupo Nemetschek agora serve mais de 1,8 milhões de usuários em 142 países em mais de 50 locais em todo o mundo. Fundada em 1963 pelo professor Georg Nemetschek, a empresa concentra-se em inovações como o Open Building Information Modeling (Open BIM) para o mercado AEC de amanhã. Tornada uma S/A em 1999 e cotada na TecDAX, a empresa obteve receita de 218,5 milhões de euros e um EBITDA de 56,8 milhões de euros em 2014.
Sobre a Solibri
Solibri é o líder em Garantia e Controle de Qualidade em BIM. Fornece ferramentas inovadoras para validação do modelo BIM, controle de normas, coordenação e revisão de projeto, análise e verificação de códigos. A Mensagem corporativa da Solibri é desenvolver e ofertar soluções que asseguram e melhoram a qualidade de projetos baseados em BIM e tornar todo o processo de projeto e construção mais produtivo e rentável. Os clientes da Solibri incluem grandes proprietários de edifícios, construtoras, arquitetos e empresas de engenharia em mais de 70 países.

Leia a notícia original (inglês)

Fonte: http://graphisoftbr.blogspot.com.br/2015/12/grupo-nemetschek-adquire-solibri.html

Dicas de Implantação do BIM em empresas

Olá pessoal,

Vou colocar aqui algumas dicas de IMPLANTAÇÃO DA TECNOLOGIA BIM nas empresas. Para aqueles que ainda estão perdidos, segue uma pequena luz para nortear a direção correta.

A ideia é colocar em prática os pontos definidos no PMBOK de gerenciamento de projetos, ou seja, definir o ESCOPO do projeto de implantação, o TEMPO DE implantação, os CUSTOS de implantação, a QUALIDADE da implantação, os RECURSOS HUMANOS envolvidos, a COMUNICAÇÃO durante a implantação e a definição dos RISCOS de implantação.

Na definição do ESCOPO, o gerente e/ou a diretoria deve apresentar o planejamento do escopo, a definição do escopo, a criação de uma EAP, a verificação e o controle do escopo. Nesse caso, fundamentalmente, definir os motivos da Implantação e as justificativas para validar a mesma. Comparar meios de trabalho e softwares que estão sendo usados com os novos meios e novos softwares (Revit, ArchiCad, etc), observar possíveis resultados com a implantação ou migração de um sistema (CAD) para o outro (BIM).

Na definição do TEMPO, precisam observar quanto tempo levará para a total migração de um sistema para o outro, se podem dividir o tempo em pedaços, para que a implantação seja feita de forma fragmentada ou de forma interiça. Definir prazos para cada etapa da implantação, observando prazos de treinamento, de criação de templates, criação de bibliotecas, de definição de estrategias de trabalho, de definição de controles de qualidade, de definição de pessoal que será usado (podendo haver mudanças no sentido de demissões ou contratações).

Na definição de CUSTOS, colocar em uma planilha todos os fatores envolvidos, equipamentos, rede, softwares, treinamentos, suporte, consultoria, etc. Sugestão de validar os custos baseados no sistema antigo (CAD) com o sistema novo através de um projeto piloto ou exemplo, com parte da equipe já treinada.

Na questão QUALIDADE, a sugestão é criar padrões de trabalho através de normas instrutivas para toda a equipe, definindo nomenclatura de arquivos, de elementos, de materiais, da forma de trabalhar em rede, gerenciamento dos arquivos por conta de um BIM MANAGER, etc.

Na questão RECURSOS HUMANOS, definir se a atual equipe dará conta da migração entre os sistemas CAD e BIM, se dará conta de manter prazos e trabalhos em andamento apesar do treinamento no novo método de trabalho, se darão conta da criação de bibliotecas e templates ou se será necessária a contratação de novas pessoas ou consultores externos.

Na questão COMUNICAÇÃO, o processo é colaborativo e multidisciplinar. A mudança no modo de trabalhar internamente e com projetistas externos ao escritório precisa´rá mudar radicalmente. O processo é quase em tempo real e precisa de respostas rápidas. A utilização de aplicações que permitam essa comunicação entre todos os projetistas, entre o cliente, entre o gerente de projetos, entre o BIM Manager e a obra é necessária.

Um empresa não pode imaginar que apenas a contratação de uma pessoa que diz que conhece um software BIM ou a contratação de um simples curso básico de um software BIM será capaz de mudar toda uma cultura de anos de um escritório trabalhando com CAD. A avaliação de um profissional com experiencia comprovada através de certificações e através de portfólio é de extrema importância para não haver problemas no futuro.

A contratação de um consultor experiente ou de uma empresa especializada na tecnologia, e que comprove tal experiencia, é fundamental.

Para esse aspecto, o BIMMAP (www.bimmap.com.br) veio para ajudar.

Com a criação de um enorme banco de dados de empresas e profissionais que trabalham com BIM, sendo obrigatório o envio de documentos que comprovem seus certificados, seus trabalhos e portfólio, o BIMMAP fará a ponte de ligação entre clientes e profissionais de qualidade para prestação de serviços de projetos e serviços em BIM.

o Cadastro de profissionais e empresas no BIMMAP é GRATÚITO!!!

Lembrando que qualquer empresa pode contratar um consultor especializado para ajudar nessa implantação. Por conta disso, coloco-me a disposição, juntamente com o Grupo Alexander Justi (www.alexjusti.com) para essa etapa. Entre em contato com alexjusti@alexjusti.com ou 55 61 99694642 ou 55 61 3346-1213.

sexta-feira, janeiro 08, 2016

Relatório BIM - Building Information Modeling no Brasil e na União Europeia

image

Em 2015 foi divulgado pela FIESP o relatório "Diálogos Setoriais para BIM - Building Information Modeling no Brasil e na União Europeia", desenvolvido a partir de patrocínio do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio, e do Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão.
Elaborado pelo Prof. Dr. Sérgio Leusin em conjunto com Prof. Dr. Mohamad Kassem (UK) e o GT FIESP/DECONCIC, o relatório apresenta análises detalhadas do panorama atual de aplicação e difusão do BIM no Brasil e na União Européia, bem como recomendações para órgãos e instituições no intuito de acelerar sua implantação na realidade brasileira.

O relatório pode ser acessado através do link: http://sectordialogues.org/sites/default/files/acoes/documentos/bim.pdf

Fonte: NIB

Novo Site do Grupo Alexander Justi

Pessoal,

está no ar o novo site do Grupo Alexander Justi com informações de todos os treinamentos e serviços que a empresa está prestando ao mercado.

image

CLique na imagem para ter acesso ao site

Novos cursos passaram a ser oferecidos (BIM para gerentes de projeto, Introdução á Tecnologia BIM, BIM Expert, entre outros).

Passamos a oferecer as aulas em modo Online, com transmissão ao vivo pela internet e pelo meio gravado junto aos cursos presenciais.

Além disso, apresentação dos serviços de nossa empresa em Projetos e Tecnologia BIM.

Convido a todos a conhecerem e compartilharem nosso site.

www.alexjusti.com

quinta-feira, janeiro 07, 2016

Simulação de obra virtual através do Navisworks e modelagem no Revit

Pessoal,

Segue uma pequena apresentação de uma obra virtual com a sequencia construtiva definida através de planejamento (Navisworks e MS Project) com modelagem das disciplinas de arquitetura, estrutura e instalações prediais através do Revit.

image

(Clique na imagem para acesso ao vídeo)

O Grupo Alexander Justi ensina a trabalhar com as ferramentas citadas no vídeo através de cursos presenciais e online (Centro de Treinamento Autorizado da Autodesk) e desenvolve o serviço para construtoras e escritórios de projetos com profissionais graduados e com experiência em projetos, em obras e nos softwares.

Maiores informações, entrem em contato através do e-mail alexjusti@alexjusti.com ou Tel: 55 61 99694642 ou 55 61 33461213

terça-feira, janeiro 05, 2016

Torcida por um ano melhor

Pessoal,

escrevo essa postagem para desejar um ano melhor para todos os amigos, clientes, colaboradores e leitores desse blog. Sabemos muito bem que 2015 deve ficar no passado, e para alguns, poderia nem ter existido. Não posso dizer que seria bom não ter existido pois vários momentos valeram a pena terem acontecido. Fico chateado com o resto que não aconteceu ou os problemas causados pela crise ou pela péssima gestão de algumas pessoas que acabaram afetando outras.

Particularmente, estou nesse bolo da ultima frase, e fui implacavelmente golpeado nesse fim de ano.

Apesar disso, uma coisa aprendi no passado, como pessoas muito queridas, que qualquer porrada na vida, quando te levam para o buraco, lá no ponto mais baixo desse buraco, é o local que você tem condições de pegar um impulso para sair dele, e é exatamente isso que vou fazer em 2016.

Não podemos apenas viver de lamentos, que poderia ter sido assim ou assado, mas levantarmos a cabeça, com confiança no que você tem de melhor, aprimorar o que pode ser oferecido e aumentar o esforço para bons resultados. Por conta disso, gostaria de desejar a todos vocês que passaram ou que estejam passando por alguma dificuldade, força!!!. Juntem os pés e dêem um belo de um salto para sair do buraco.

Também é sabido que, por muitas vezes, o buraco é fundo de mais. Por conta disso, toda a ajuda é benvinda. Um braço amigo, uma corda para você se agarrar e puxar, ou seja, a ajuda de outras pessoas, sem a intenção do retorno, é sempre uma coisa boa. Uma onda de generosidade sempre retorna para quem começou a mesma.

Por conta disso, eu falo para todos vocês que ajudem os outros, mesmo que não seja de forma financeira. Mas apoiem, suportem, repassem, divulguem.

Tenham TODOS um 2016 maravilhoso e generoso.

At,

Alexander Justi

sexta-feira, novembro 27, 2015

Tecnologia BIM - Palestra Alexander Justi - Evolução do 2D ao 6D





Palestra sobre Introdução á Tecnologia BIM, passando pelas vantagens do uso das informações do modelo para planejamento, orçamento e manutenção do edifício.

quinta-feira, novembro 26, 2015

I Encontro de Usuário BIM na Bahia

Aproveitando uma viagem até Salvador/BA, pudemos participar do primeiro encontro de usuários BIM na Bahia, organizado pelo NIB.

image

image

Vários alunos da última turma de Master em Revit em Salvador estava presentes.

Revit em Angola

Já tive a oportunidade de oferecer um treinamento na cidade de Luanda, em Angola (África). Agora, com a facilidade da internet, podemos oferecer os mesmos cursos diretamente do Brasil e atender aos estudantes e profissionais do outro lado do Atlântico.

12243043_927442143960064_948444457540227612_n

Aula transmitida ao vivo, pela internet!!!

55 61 3346-1213 ou 55 61 81737060 (Whatsapp)

Skype: contato@alexjusti.com

CREA/AL incentiva o uso do BIM nas engenharias

image

Clique na imagem para acesso ao site do CREA/AL para ler, na integra, o material.

“Aqui em Alagoas a Tecnologia BIM quase não é utilizada. Mas o Conselho Regional de Engenharia e Agronomia de Alagoas (Crea-AL) vem se mobilizando no intuito de incentivar a utilização da nova ferramenta, contribuindo assim para a atualização profissional. Para isso, o presidente do Conselho, Fernando Dacal, teve a iniciativa de criar uma comissão de estudos para implantar a cultura da tecnologia no Estado.

Ciente do compromisso que tem com a implantação desta nova ferramenta, o engenheiro civil e presidente da Comissão instituída pelo Crea, Evandro Vasconcelos, falou da importância em inserir uma tecnologia mais completa e integrada no mercado alagoano.

“Atualmente, aqui em Alagoas, quase ninguém é capacitado para manusear a Tecnologia BIM. A resistência dos profissionais se prendem aos programas anteriores. Mas em outros países como Inglaterra e EUA, mais de 60% da engenharia, em destaque a construção civil, já aderiu e aprovou os serviços disponibilizados pela ferramenta” falou Evandro, que tem, juntamente com os engenheiros Genildo Ferreira e Marco Antônio Rodrigues – integrantes da comissão – a missão de incentivar o uso da eficiente ferramenta no Estado alagoano.

Ainda segundo Vasconcelos, a recém-criada comissão já se mobiliza para desenvolver o Manual de uso da Tecnologia BIM no Estado de Alagoas. “Iniciativas como estas já aconteceram em Estados brasileiros, como por exemplo, o de Santa Catarina. Então, com a inclusão desse caderno, Alagoas dará mais um passo para investir em profissionais mais capacitados”, disse Evandro, destacando ainda que a comissão também está trabalhando para trazer cursos da Tecnologia BIM para Alagoas.

Norteando profissionais

Dacal destaca que fomentar essa nova ferramenta é contribuir com a capacitação dos profissionais ligados à engenharia alagoana. “Precisamos estar sempre atualizados ao que o mercado pede. Pretendemos incentivar e nortear todos os engenheiros, empresários e estudantes que a utilização da tecnologia BIM é mais um requisito de aperfeiçoamento profissional”, destacou.

A intenção é que a criação do manual padronize serviços, seja ele feito pela iniciativa privada ou estatal, e desperte as entidades de ensino a inserirem, em sua grade de matérias, aulas sobre a tecnologia BIM.”

Fonte:http://www.crea-al.org.br/portal/crea-incentiva-implantacao-da-tecnologia-bim-para-engenharias/

O Grupo Alexander Justi apoia essa comissão e se coloca a disposição do CREA/AL e de qualquer CREA ou CAU em qualquer estado no Brasil para ajudar técnicamente e via convênio, para apresentar palestras, workshops ou oferecer treinamentos técnicos aos associados.

Adoção do BIM nas Obras Públicas – Audiência Pública na Câmara dos Deputados em Brasília

image

No dia 18 de novembro de 2015, o arquiteto Alexander Justi participou de Audiência Pública na Comissão de Desenvolvimento Urbano (CDU) da Câmara de Deputados que discutiu sugestões e medidas de adoção do Building Information Modeling (BIM) em obras públicas. A audiência contou com a apresentação de autoridades sobre o assunto. O Deputado Julio Lopes, Presidiu a audiência.

O objetivo da audiência foi discutir a importância de se adotar a tecnologia BIM em obras públicas fazendo alteração na Lei 8666 para que a tecnologia passasse a ser obrigatória, onde, além das enormes vantagens ja conhecidas, escutamos muito a palavra TRANSPARÊNCIA das informações para diminuir os gastos públicos.

Segue a listagem dos principais participantes, que falaram durante a audiência:

  • o Coronel Washington Luke, Ex-Chefe da Seção de Estudos e Projetos da Diretoria de Obras Militares do Exército Brasileiro;
  • o Capitão Edilberto Cabral, Chefe da Seção de Tecnologia da Informação da Diretoria de Obras Militares do Exército Brasileiro;
  • o Sr. Paulo Rogério Luongo Sanchez, Membro da Comissão de Materiais, Tecnologia, Qualidade e Produtividade da CBIC, Vice-presidente do SindusCon-SP e Sócio Gerente da Sinco Engenharia;
  • o Arquiteto Pedro da Luz Moreira, Presidente do Instituto de Arquitetos do Brasil/RJ e Professor da Escola de Arquitetura e Urbanismo da UFF/RJ;
  • a Sra. Inês Magalhães, Secretária Nacional de Habitação do Ministério das Cidades;
  • o Arquiteto Rodrigo Chagas Machado, Gerente de Projeto e Inovação do CREA-RJ;
  • o Professor Luiz Augusto Contier, Gerente de Projeto e Inovação do CREA-RJ;
  • o Sr. Alexander Justi, Arquiteto/Especialista BIM, Gerente de Projetos do Grupo Alexander Justi e Coordenador de Projetos BIM do TRF Brasília;
  • o Sr. Robinson R. Pitelli, Analista de Infraestrutura.

A audiência pode ser vista, na integra, no link:

http://www2.camara.leg.br/atividade-legislativa/comissoes/comissoes-permanentes/cdu/videoArquivo?codSessao=55048&codReuniao=42110#videoTitulo

o Arquiteto Alexander Justi levantou a questão do uso do LOD baseado em condiçoes definidas pela AIA nos Estados Unidos, sendo a unica maneira a ser utilizada como base em licitações já correntes no Brasil.

Pelo seu ponto de vista, há a necessidade de uma classificação mais detalhada para o uso do LOD em licitações brasileiras, visto que, por muitas vezes, se percebe que os editais pedem algo que a equipe de projeto solicitante não está preparada para receber ou entender o que foi pedido.

Fica bem claro que, com a nova lei em vigor, dentro da critica defendida pelo arquiteto Alexander Justi, se vê a necessidade de apenas permitir a solicitação de projetos em BIM caso o orgão ou departamento solicitante tenha pleno conhecimento do assunto ou que se contrate consultor especializado para fazer a cobrança e a avalição dos serviços que serão prestados.

Boa parte dos participantes defendeu o uso da Tecnologia BIM, suas vantagens e da obrigatoriedade devido ao fator TRANSPARÊNCIA já comentado, apesar disso, houve uma critica sobre essa obrigatoriedade defendida pela arquiteto Pedro da Luz Moreira, presidente do IAB Rio de Janeiro.

Outro assunto interessante foi sugerido pelo Engenheiro William Bueno e Silva, presidente do IOP, no que diz respeito á necessidade de um orgão técnico nacional especializado no assunto para concentrar as diversas opinições, posições e trabalhos que já acontecem espealhados pelo Brasil.

A posição do IOP pode ser vista em seu blog abaixo citado:

http://iop-blog.org/2015/11/23/adocao-do-bim-nas-obras-publicas-audiencia-publica-na-cdu/

sexta-feira, novembro 20, 2015

Preço dos softwares Autodesk–Brasil

image

Veja a lista completa clicando na imagem.

As licenças do tipo Desktop Subscription podem ser adquiridas pela loja on-line da Autodesk.

I Encontro de Usuários BIM na Bahia

image

Clique na imagem para acessar o site

O NIB – Núcleo de Inovação BIM, promove em parceria com a Faculdade de Arquitetura e a Escola Politécnica da UFBA  juntamente com a Faculdade de Tecnologia SENAI-CIMATEC, o 1º Encontro de Usuários de BIM Bahia. O objetivo do encontro é propiciar um espaço de troca de experiências e conhecimento entre os profissionais do mercado baiano através da exposição de seus trabalhos envolvendo a modelagem da informação da construção.

Atividades no Foyer: Exposição de ferramentas BIM e suas potencialidades.

PROGRAMAÇÃO DO EVENTO – 24/11/2015


8:00h

Credenciamento

8:30h

Abertura

Profª. Dra. Tatiana Dumêt (EPUFBA), Profª. Dra. Naia Alban (FAUFBA), Profª. Mª. Tatiana Almeida (SENAI-CIMATEC) e Esp. Fernanda Machado (NIB)

9:00h

CIM ou NÃO: Uma discussão sobre a natureza do City Information Modeling ou do BIM ao CIM

Prof. Dr. Arivaldo Leão Amorim (FAUFBA)

9:20h

Prado Valladares

Arq. Victor Serrano e Silva

9:40h

Iron House (Grupo Cornélio Brennand)

Eng. Octávio Moraes Neto

10:00h

Debate

10:30h

Intervalo - Coffee Break

10:50h

Mesa de Ensino - Arquitetura 

Coordenadores dos Cursos de Arquitetura da UFBA, UNIFACS, UNIJORGE e UNIME

Moderador – Profª. Dra. Érica Checcucci (FAUFBA)

12:00h

Debate

12:30h

Intervalo para Almoço

14:00h

Mesa de Ensino – Engenharia

Coordenadores dos Cursos de Engenharia Civil da UFBA, SENAI, UNIJORGE e UCSAL

Ensino-Aprendizagem de BIM – Profª. Dra. Érica Checcucci (FAUFBA)

Moderador – Prof. Dr. Emerson Ferreira (EPUFBA)

15:10h

Debate

15:40h

Gênese Engenharia

Eng. Neiva Farias

16:00h

Conie Empreendimentos

Eng. Alexandre Landim

16:20h

Intervalo - Coffee Break

16:40h

Souza Netto Engenharia

Eng. Gabriel Souza

17:00h

Realiza Engenharia e Núcleo de Inovação BIM – NIB

Eng. Flávia Pimenta

17:20h

Debate

18:00h

Encerramento e Sorteio de Brindes

-------------------------------------

Estarei em Salvador nesse dia, e estarei presente no evento.

quinta-feira, novembro 19, 2015

TIC 2015 - VII Encontro de Tecnologia de Informação e Comunicação na Construção - Edificações, Infra-estrutura e Cidade: Do BIM ao CIM

Pessoal,

aconteceu em Recife o TIC 2015 (Tecnologia da Informação da COnstrução) com a apresentação de diversos trabalhos acadêmicos que falam da Tecnologia da Informação da COnstrução, onde vários falaram sobre BIM.

image

Para quem não conseguiu participar, segue a lista dos trabalhos apresentados:

TICs no desenvolvimento de projetos de edifícios

TICs no planejamento e na produção da construção

TICs na gestão e operação de edifícios

TICs no desenvolvimento das cidades e na gestão pública

TICs na gestão do conhecimento, integração e colaboração

TICs na pesquisa e ensino

Desenvolvimento e implementação de software BIM/CIM para a AEC

Fonte:http://www.proceedings.blucher.com.br/article-list/tic2015-256/list#articles