sexta-feira, julho 25, 2014

Vídeo tutorial da construção de uma casa completa no Revit 2014

Para aqueles que estão começando agora, segue um vídeo tutorial da construção de uma casa completa com quase 1h e meia de duração.

O tutorial apresenta um pouco sobre o que é a tecnologia BIM e passa para a modelagem da informação de uma casa, indo das paredes, passando pelos pisos, portas e janelas, telhados, etc.

Aqueles que gostarem, divulguem entre os amigos nas redes sociais.

Vídeos tutoriais com o template MCMV

Pessoal,

foi criado uma sequencia de vídeos com o template do Minha Casa Minha Vida (MCMV). O template foi disponibilizado pelo governo federal e está disponivel aqui no blog para download.

Vídeo 01 – Iniciando o Revit com o Template MCMV

Vídeo 02 – Desenhando o projeto com paredes

Aos poucos, vou disponibilizar novos vídeos.

Update do IFC Exporter para Revit

image 

Foram atualizados os padrões de exportação de arquivos IFC dentro do Revit em julho de 2014.

IFC Exporter para Revit 2014 (v3.11):
http://apps.exchange.autodesk.com/RVT/en/Detail/Index?id=appstore.exchange.autodesk.com%3aifcexporterforrevit2014%3aen
IFC Export Alternate UI para Revit 2014 (v2.11):
http://apps.exchange.autodesk.com/RVT/en/Detail/Index?id=appstore.exchange.autodesk.com%3arevitifcexportalternateui2014%3aen
IFC para Revit 2015 (v15.1):
http://apps.exchange.autodesk.com/RVT/en/Detail/Index?id=appstore.exchange.autodesk.com%3aifc2015_windows32and64%3aen

Com a entrada do link de arquivos IFC dentro da versão 2015 do Revit, a tendencia é de trabalharmos mais com os arquivos IFC na interoperabilidade entre softwares, principlamente entre arquitetura e estrutura.

Nota:

IFC Exporter para Revit 2013 deixará de ter atualizações regulares.

IFC Exporter para Revit 2014 será continuado para o proóximo ano.

sábado, junho 21, 2014

Templates e bibliotecas do Revit – continuação

Ao instalar o Revit, o usuário precisa de um pouco de paciência para esperar a completa instalação do software. Isso se deve pelo fato de que o software precisa estar com a internet ligada para poder fazer download de bibliotecas e templates durante a instalação.

Dependendo da velocidade da internet, pode se levar um bom tempo para isso.

Para evitar esse desconforto, existe um macete. Durante a instalação, no momento que o usuário escolhe as bibliotecas que serão instaladas, basta desmarcar tudo. Ou seja, o Revit será instalado bem rápido sem as bibliotecas e templates.

image

Essa solução só dará certo se o usuário possuir as bibliotecas e templates copiadas de outra instalação. Esse processo é muito util para a instalação de vários computadores em um escritório, poupando tempo.

Logo abaixo, seguem as bibliotecas e templates para copiar e colocar em uso após a instalação do Revit.

Pessoal que estava com dificuldade de instalar as bibliotecas e templates do Revit 2014, Revit Architecture 2014, Revit MEP 2014 e Revit Structure 2014 tem uma nova opção para fazer download.

RAC2014

http://www.4shared.com/folder/5t-fOX7d/RAC2014.html

RME2014

http://www.4shared.com/folder/Vw47iq5R/RME2014.html

RST2014

http://www.4shared.com/folder/nT8TpXL9/RST2014.html

dentro de cada pasta existe um manual para instalação das bibliotecas e templates. Quem usa o Revit 2014 terá que baixar as três opções e concentra-las no mesmo local.

Obs: Os links pelo Google Drive ainda continuam funcionando. Alguns usuários estavam com problemas para abrir os arquivos, onde o sistema operacional estava lendo os arquivos em extensão .DOC. Para resolver isso, atualizem os softwares de compactação de suas máquinas e atualizem o Windows de vocês.

Segue novamente os links pelo Google Drive:

Revit Architecture 2014:
https://drive.google.com/?usp=folder&authuser=0#folders/0B3H1GRFTP4NZVVIzTWVZSlJqaFU

Revit Structure 2014:
https://drive.google.com/?usp=folder&authuser=0#folders/0B3H1GRFTP4NZcnRfMnM2SVhLTkU

Revit MEP 2014:
https://drive.google.com/?usp=folder&authuser=0#folders/0B3H1GRFTP4NZZm9NWmpwdllFVm8

Dando continuidade á situação de instalação de vários computadores em uma rede, criando um exemplo de um escrítório de projetos com 5 máquinas, deverá fazer a instalação da primeira máquina completa (marcando a biblioteca de seu interesse (US Metric e/ou Brazil). Em seguida, após a instalação da primeira máquina, fazer a instalação das outras quatro máquinas com as bibliotecas desmarcadas.

Se as máquinas participarem de uma mesma rede (de preferencia que sejam fixas dentro do escritório, pois um notebook deverá possuir sua propria biblioteca por conta da mobilidade), o usuário poderá gerenciar a localização comum de bibliotecas e templates de todas as máquinas em um único ponto da rede.

Para isso, na máquina que foi instalada as bibliotecas e templates, o usuário deverá achar os diretórios, via Windows, e reposicioná-los dentro do Servidor.

Por exemplo: Se na primeira máquina, as bibliotecas estiverem instaladas em C:\program data\autodesk\rac2014, poderá copiar para \\servidor\autodesk\rac2014 (esse ultimo endereço fica a criterio do usuário dentro do servidor).

Em seguida, em TODAS as máquinas, incluindo a primeira, o usuário deverá abrir o Revit e entrar no comando OPTIONS localizado no APPLICATION MENU.

Dentro do OPTIONS, em FILE LOCATIONS, redirecionar as bibliotecas e templates.

Para os templates, adicionar a localização no servidor para os arquivos do tipo (.RTE) em PROJECT TEMPLATE FILES.

image

Para as bibliotecas, acessar o botão PLACES, logo abaixo, e direcionar os diretorios com os arquivos (.RFA)

Dessa maneira, quando um profissional criar uma nova família de componente, irá salvar em um diretório comum aos demais profissionais. Além disso, a leitura do mesmo template para todos os profissionais também será colocado em prática. Caso o template do escritório seja alterado, será para todos ao mesmo tempo.

Para o Revit 2015, poderão ser usadas as mesmas bibliotecas e templates, seguindo os mesmos passos, com a diferença do diretório final possuir a numeração 2015.

quinta-feira, junho 19, 2014

Seminários Autodesk 2015

image

Registre-se hoje mesmo e conheça os novos recursos das Autodesk Design Suites.

Data: 15 de Julho de 2014

Hora: 11h (Horário de Brasília)

Arquitetura, Engenharia e Construção – com Ricardo Bianca
Atualize seu conhecimento sobre a metodologia BIM aplicada aos projetos de edificações com a nova Autodesk Building Design Suite 2015, além dos fluxos de trabalho avançados com tecnologias de análise, simulação, visualização e colaboração de projetos baseadas em nuvem e mobilidade.

Registre-se hoje e garanta sua vaga

Data: 02 de Julho de 2014

 

Hora: 11h (Horário de Brasília)

 

Engenharia Civil e Infraestrutura– com Pedro Soethe
Entenda o potencial do BIM em projetos de infraestrutura e grandes obras de engenharia como estradas, rodovias e ferrovias, além de obras de infraestrutura e redes de utilidades. Saiba como a Autodesk Infrastructure Design Suite 2015 e o novo Autodesk Infraworks 360 apoiam todo o ciclo de vida da infraestrutura – do planejamento ao projeto, construção e gestão.

 

Registre-se hoje e garanta sua vaga

Data: 27 de Junho de 2014

 

Hora: 11h (Horário de Brasília)

 

Manufatura: Design, Projeto e Engenharia de Produtos – com Raul Arozi
Leve seus projetos além da modelagem 3D, com a solução de Prototipagem Digital da Autodesk e os poderosos recursos da Autodesk Product Design Suite 2015. Desde o conceito de design até a engenharia e simulação das funcionalidades e desempenho do produto, incluindo a gestão de dados de engenharia para extrair muito mais valor de seus projetos configurando produtos, reutilizando conjuntos e gerenciando o ciclo de vida.

 

Registre-se hoje e garanta sua vaga

Informação retirada do e-mail de divulgação da Autodesk.

Hatchkit–APP gratuito para Revit

Pessoal,

apresento um APP para o Revit que deve ajudar muita gente com relação á problemas encontrados com as hachuras do tipo DRAFTING e do tipo MODEL que trabalham dentro do Revit. O Hatchkit!

Indo ao Autodesk Exchange, encontramos para download gratuito e poderá ser instalado por cima das versões 2013, 2014 e 2015.

image

Clique na imagem acima para ir ao site Autodesk Exchange.

Como o APP instalado, o usuário terá acesso a um quadro para configuração de novas hachuras.

original_55bae9a7-63d5-48b6-8156-5ec9322c4866_HKAI2013-1

quinta-feira, junho 05, 2014

AUGIWorld–junho 2014

Sugestão de leitura: Revista da AUGI (Autodesk User Group International) com informações de toda a familia 2015 da Autodesk.

image

Clique na imagem para acessar a revista.

quarta-feira, junho 04, 2014

Revista PARC convida pesquisadores e profissionais a divulgarem resultados científicos e inovações na prática sobre BIM aplicado a Arquitetura e Construção

A Modelagem da Informação da Construção (Building Information Modeling ‐ BIM) expande rapidamente por todo o mundo e o Brasil não está de fora, sendo incluído recentemente em levantamento da McGraw Hill Construction que apresenta o valor em negócio da modelagem da informação da construção nos principais mercados globais. A comunidade brasileira de pesquisa está atenta e consonante a este forte movimento. Nos últimos dois Encontros de Tecnologia da Informação e Comunicação na Construção de 44% (TIC 2013) a 68% (TIC 2011) dos artigos apresentados giraram em torno desta questão. Pesquisas brasileiras investigam
temas como: o impacto e processo de adoção de BIM em projeto, na construção e no ensino de arquitetura ou engenharia; como incorporar BIM na concepção, desenvolvimento e gestão de projeto; como desenvolver projeto de forma colaborativa e integrada; como inovar o planejamento da obra e o canteiro de obra com BIM e como adaptar ferramentas e desenvolver componentes apropriados para a realidade Brasileira. No exterior a maior ênfase em pesquisa com BIM está no projeto arquitetônico e depois na construção civil. A quantidade de artigos nas revistas científicas da Elsevier incluindo BIM no título, abstract ou assunto triplicou em 10 anos. A Associação Brasileira de Normas Técnicas, por meio da Comissão 2012 a NBR 15965 que trata do Sistema de Classificação da Informação da Construção desenvolvendo primeiramente a terminologia e estrutura desta classificação e em seguida detalhando as
características dos objetos da construção. Este foi o primeiro passo em direção a um padrão BIM brasileiro.

É neste momento impar de rápida transformação da prática de projeto e da construção civil que a Revista PARC convida pesquisadores e profissionais a divulgarem resultados científicos e inovações na prática sobre BIM aplicado a Arquitetura e Construção. Serão aceitos dois tipos de artigos: artigos completos (4000 a 6000 palavras) reportando pesquisas originais ou artigos
curtos (2000 a 3000 palavras) reportando casos práticos.

Datas importantes:
Data limite para submissão de artigos: 21 de julho de 2014
Notificação de aceite: 18 de agosto de 2014
Prazo final para envio de artigos para publicação: 31 de agosto de 2014
Data de publicação deste número da revista: SETEMBRO 2014

Para submeter seu artigo: http://revistaparc.fec.unicamp.br/concrete5/index.php/enviarartigo‐2/

A informação foi retirada, na integra, do site da Asbea de acordo com o link abaixo:

http://www.asbea.org.br/escritorios-arquitetura/noticias/call-for-papers-313045-1.asp

sexta-feira, maio 23, 2014

Turmas de Master em Revit–Sucesso total

Pessoal,

gostaria de compartilhar minha alegria e da minha empresa com o sucesso do nosso curso Master em Revit.

Lançamos nosso primeiro curso no início de 2013 e, em breve, teremos nossa primeira turma formada de especialistas certificados em tecnologia BIM baseados nos softwares da Autodesk já no segundo semestre de 2014.

As empresas que estão procurando especialistas em tecnologia BIM no Brasil terão, em breve, vários profissionais extremamente qualificados para serem contratados, aguardando por propostas de trabalhos ou empregos.

O curso de Master em Revit foi pioneiro no Brasil. Se destacando pela qualidade e quantidade de informaçoes passadas aos alunos, com foco na formação de especialistas em BIM (BIM Managers). Como qualquer pioneiro, pedras apareceram pelo meio do caminho. Problemas de logistica para atender á diversas cidades ao mesmo tempo, falta de professores treinados e/ou qualificados, problemas em administrar e atender mais de 300 personalidades diferentes com pensamentos e anseios, que por vezes, não são iguais aos nossos, problemas de inadimplência, problemas com nossa mudança de sede em Brasília, entre outras pedras. Porém, tudo isso já é passado.

De pequenos, passamos para uma empresa média em poucos meses. Até 2015, a previsão de nos tornarmos algo maior. Saimos de uma pequena sala de 53m2 para outra de quase 180m2 em Brasília. Se Deus quiser, iremos abrir novas salas em outras cidades através de representações e novas filiais que estão sendo negociadas. Estamos trabalhando duro para isso.

Crescemos. E com esse crescimento, também aumentaram os problemas. Aprendemos com nossos erros e os dos outros. Escutamos as criticas de nossos alunos e, quando construtivas, são aplicadas em seguida. Com isso, o resultado será crescer mais ainda.

Aos atuais alunos, peço desculpas se erramos em algum momento, se deixamos a desejar em algum ponto. Se erramos, foi por que tivemos coragem de crescer e enfrentar algo que nunca tinhamos feito, em desenvolver um curso de longa duração e atender á tanta gente ao mesmo tempo em vários locais diferentes do Brasil. Uma coisa é certa, por mais que alguns tenham ficado chateados conosco por conta de alterações de data de aulas, adiamentos, atrasos em entrega de apostilas, atraso no uso de boletos. Posso dizer que isso ficou no passado também. Estão fazendo o melhor e mais completo curso de Revit no Brasil, e, na parte técnica, nenhum desses alunos terá o que reclamar pois estão tendo os melhores professores e conteudo que não irão encontrar em nenhum outro curso em todo o Brasil.

A demanda para entender e aplicar a tecnologia BIM no Brasil é crescente. Empresas públicas e privadas, profissionais e estudantes, todos querem aprender e dominar essa tecnologia.

Atualmente, estamos com quase 300 alunos em diversas cidades do Brasil:

  • 4 turmas em Brasília/DF
  • 1 turma em Blumenau/SC
  • 2 turmas em Chapecó/SC
  • 1 turma em Palmas/TO
  • 1 turma no Rio de Janeiro/RJ

Para o segundo semestre já estão confirmadas turmas em:

  • Maceió/AL
  • Porto Velho/RO
  • Cuiabá/MT
  • Campos dos Goytacazes/RJ

Estamos em negociação para turmas em:

  • Goiânia/GO
  • Anápolis/GO
  • São Miguel do Oeste/SC
  • Nova turma em Blumenau
  • Nova turma no Rio de Janeiro
  • Salvador/BA
  • Natal/RN
  • Entre outras.

Peço paciência ás pessoas que estão interessadas em fazer nossos cursos nessas cidades e outras não listadas, visto que a equipe é pequena. A equipe é escolhida a dedo e muito bem treinada para transmitir o conteudo didático de acordo com a metodologia criada por mim. Além disso, a alta demanda de empresas e orgãos públicos solicitando os treinamentos não estão permitindo que possamos dar atenção a todos ao mesmo tempo.

Estamos aumentando o quadro de professores, porém, todos eles precisam ser treinados antes. Por mais que saibam sobre Revit, precisam conhecer nosso método de ensino (exercicios, sequencia, roteiro, etc) e ainda corrigir falhas ou vicios antes de enfrentar uma sala de aula.

Muitas pessoas perguntam sobre aulas on-line. O problema é que esse curso foi criado para ser feito de forma presencial. Não é um curso que ensinamos apenas a apertar botões, a clicar em comandos de um software, e sim, ensinamos a pensar, a organizar, e coordenar as diversas informações de um modelo completo de arquitetura, estrutura e instalações para que o profissional possa atender a demanda de projetos de mais qualidade, com menos interferencias, preparados para o planejamento de obra e com retiradas de informações para o orçamento.

Isso não significa que não iremos fazer on-line. Novamente, peço paciencia para esperar mais um pouco. Algo diferente de video aulas que encontramos na internet está sendo desenvolvido com muito atenção de minha equipe.

Em breve, novidades importantes para o curso de Master em Revit.

Abraços em todos.

terça-feira, maio 13, 2014

TABELAS DE HONORÁRIOS DE SERVIÇOS DE ARQUITETURA E URBANISMO DO BRASIL

image

Clique na imagem acima para ir ao site do CAU/BR e ter acesso á tabela de honorários.

Petição contra aprovação do RDC está disponível online

O Regime Diferenciado de Contratações (RDC) será votado na próxima semana, e com isso, o CAU/BR criou uma petição online contra a aprovação desta MP 630/13. No fim de fevereiro, o IAB e representantes das entidades de arquitetura, se reuniram com a Ministra de Relações Institucionais, Ideli Salvatti, para entregar o documento que contém a Proposta de revisão da Lei 8.666 (RDC). E no início de abril, as entidades de arquitetura juntamente com o IAB protestaram em Brasília contra a aprovação do RDC na Câmara dos Deputados. Na ocasião mais de 100 arquitetos, urbanistas, engenheiros e estudantes de arquitetura compareceram à manifestação.
O RDC foi criado, inicialmente, para acelerar a licitação de obras relacionadas à Copa do Mundo e aos Jogos Olímpicos. Logo depois, foi estendido também a obras do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC), do Sistema Único de Saúde (SUS) e do sistema público de ensino. Agora, o governo pretende ampliar o RDC para todas as licitações de obras das administrações públicas federal, estaduais e municipais.

Participe da Petição contra a aprovação do Regime Diferenciado de Contratações

Informação compartilhada do site do IAB Nacional: http://www.iab.org.br/noticias/peticao-contra-aprovacao-do-rdc-esta-disponivel-online

sábado, abril 05, 2014

Autodesk 2015–Product Keys

Pessoal,

seguem os product keys de todos os produtos da Autodesk na versão 2015.

Product Name
Product Key

Autodesk 3ds Max 2015
128G1

Autodesk 3ds Max Design 2015
495G1

Autodesk 3ds Max Entertainment Creation Suite Premium 2015
774G1

Autodesk 3ds Max Entertainment Creation Suite Standard 2015
661G1

Autodesk 3ds Max with SoftImage 2015
978G1

Autodesk Advance Concrete 2015
960G1

Autodesk Advance Steel 2015
959G1

Autodesk Advance Steel 2015 with AutoCAD
958G1

Autodesk Alias Automotive 2015
710G1

Autodesk Alias AutoStudio 2015
966G1

Autodesk Alias Design 2015
712G1

Autodesk Alias Surface 2015
736G1

Autodesk AutoCAD 2015
001G1

Autodesk AutoCAD Architecture 2015
185G1

Autodesk AutoCAD Civil 3D 2015
237G1

Autodesk AutoCAD Design Suite Premium 2015
768G1

Autodesk AutoCAD Design Suite Standard 2015
767G1

Autodesk AutoCAD Design Suite Ultimate 2015
769G1

Autodesk AutoCAD Electrical 2015
225G1

Autodesk AutoCAD Inventor LT Suite 2015
596G1

Autodesk AutoCAD LT 2015
057G1

Autodesk AutoCAD LT Civil Suite 2015
545G1

Autodesk AutoCAD Map 3D 2015
129G1

Autodesk AutoCAD Mechanical 2015
206G1

Autodesk AutoCAD MEP 2015
235G1

Autodesk AutoCAD OEM 2015
140G1

Autodesk AutoCAD P&ID 2015
448G1

Autodesk AutoCAD Plant 3D 2015
426G1

Autodesk AutoCAD Raster Design 2015
340G1

Autodesk AutoCAD Revit LT Suite 2015
834G1

Autodesk AutoCAD Structural Detailing 2015
587G1

Autodesk AutoCAD Utility Design 2015
213G1

Autodesk Bridge Module 2015
974G1

Autodesk Building Design Suite Premium 2015
765G1

Autodesk Building Design Suite Standard 2015
784G1

Autodesk Building Design Suite Ultimate 2015
766G1

Autodesk Display Cluster Module for Autodesk VRED Design 2015
889G1

Autodesk Education Master Suite 2015
651G1

Autodesk Enterprise Token Flex
535G1

Autodesk Entertainment Creation Suite For Education 2015
656G1

Autodesk Entertainment Creation Suite Ultimate 2015
793G1

Autodesk Fabrication CADmep 2015
839G1

Autodesk Fabrication CAMduct 2015
842G1

Autodesk Fabrication CAMduct Components 2015
844G1

Autodesk Fabrication ESTmep 2015
841G1

Autodesk Fabrication RemoteEntry 2015
845G1

Autodesk Fabrication Tracker 2015
843G1

Autodesk Factory Design Suite Premium 2015
757G1

Autodesk Factory Design Suite Standard 2015
789G1

Autodesk Factory Design Suite Ultimate 2015
760G1

Autodesk Geotechnical Module 2015
973G1

Autodesk HSMWorks Premium 2015
872G1

Autodesk HSMWorks Professional 2015
873G1

Autodesk Infrastructure Design Suite Premium 2015
786G1

Autodesk Infrastructure Design Suite Standard 2015
787G1

Autodesk Infrastructure Design Suite Ultimate 2015
785G1

Autodesk InfraWorks 2015
808G1

Autodesk InfraWorks 360 - companion 2015
976G1

Autodesk InfraWorks 360 2015
927G1

Autodesk Inventor 2015
208G1

Autodesk Inventor Engineer-to-Order Series 2015
805G1

Autodesk Inventor Engineer-to-Order Server 2015
752G1

Autodesk Inventor HSM 2015
969G1

Autodesk Inventor LT 2015
529G1

Autodesk Inventor OEM 2015
798G1

Autodesk Inventor Professional 2015
797G1

Autodesk Maya 2015
657G1

Autodesk Maya Entertainment Creation Suite Standard 2015
660G1

Autodesk Maya LT 2015
923G1

Autodesk Maya with SoftImage 2015
977G1

Autodesk MotionBuilder 2015
727G1

Autodesk Mudbox 2015
498G1

Autodesk Navisworks Manage 2015
507G1

Autodesk Navisworks Simulate 2015
506G1

Autodesk Plant Design Suite Premium 2015
763G1

Autodesk Plant Design Suite Standard 2015
788G1

Autodesk Plant Design Suite Ultimate 2015
764G1

Autodesk Point Layout 2015
925G1

Autodesk Product Design Suite for Education 2015
654G1

Autodesk Product Design Suite Premium 2015
782G1

Autodesk Product Design Suite Standard 2015
783G1

Autodesk Product Design Suite Ultimate 2015
781G1

Autodesk ReCap 2015
919G1

Autodesk Revit 2015
829G1

Autodesk Revit Architecture 2015
240G1

Autodesk Revit LT 2015
828G1

Autodesk Revit MEP 2015
589G1

Autodesk Revit Structure 2015
255G1

Autodesk River and Flood Analysis Module 2015
972G1

Autodesk Robot Structural Analysis Professional 2015
547G1

Autodesk Showcase 2015
262G1

Autodesk Simulation CFD 2015
809G1

Autodesk Simulation CFD 2015 Advanced
810G1

Autodesk Simulation CFD 2015 Connection for NX
815G1

Autodesk Simulation CFD 2015 Connection for Parasolid
824G1

Autodesk Simulation CFD 2015 Connection for Pro/E
822G1

Autodesk Simulation CFD 2015 Design Study Environment
812G1

Autodesk Simulation CFD 2015 Motion
811G1

Autodesk Simulation Composite Analysis 2015
899G1

Autodesk Simulation Composite Design 2015
918G1

Autodesk Simulation DFM 2015
837G1

Autodesk Simulation Mechanical 2015
669G1

Autodesk Simulation Moldflow Adviser Premium 2015
571G1

Autodesk Simulation Moldflow Adviser Standard 2015
570G1

Autodesk Simulation Moldflow Adviser Ultimate 2015
572G1

Autodesk Simulation Moldflow Insight Premium 2015
574G1

Autodesk Simulation Moldflow Insight Premium 2015
574G1

Autodesk Simulation Moldflow Insight Standard 2015
573G1

Autodesk Simulation Moldflow Insight Ultimate 2015
575G1

Autodesk Simulation Moldflow Synergy 2015
579G1

Autodesk SketchBook Designer 2015
741G1

Autodesk SketchBook Pro 2015
871G1

Autodesk Smoke 2015 for Mac OS X
776G1

Autodesk Softimage 2015
590G1

Autodesk Softimage Entertainment Creation Suite Standard 2015
662G1

Autodesk Vault Collaboration 2015
549G1

Autodesk Vault Collaboration AEC 2015
801G1

Autodesk Vault Office 2015
555G1

Autodesk Vault Professional 2015
569G1

Autodesk Vault Workgroup 2015
559G1

Autodesk Vehicle Tracking 2015
955G1

Autodesk VRED 2015
884G1

Autodesk VRED Design 2015
885G1

Autodesk VRED Presenter 2015
888G1

Autodesk VRED Professional 2015
886G1

Autodesk VRED Server 2015
887G1

CADdoctor for Autodesk Simulation 2015
577G1

Enterprise Multi-Flex Enhanced Bundle 2015
535G1

mental ray Standalone 2015
718G1

T1 Enterprise Multi-flex 2015
535G1

T1 Enterprise Multi-flex Prior Version 2015
535G1

T1 Enterprise Multi-flex Standard Bundle 2015
535G1

T1 Enterprise Multi-Flex Standard Prior Version Bundle 2015
535G1

quarta-feira, março 19, 2014

Seminário Estadual de BIM em Santa Catarina

Aconteceu no dia 13 de março de 2014 o primeiro Seminário Estadual de BIM no estado de Santa Catarina.

image

O evento foi organizado pela Secretaria de Planejamento do Estado de Santa Catarina, por meio do Comitê de Acompanhamento e Controle de Obras e Serviços de Engenharia.

Para acessar o evento, clique no link.

http://www.spg.sc.gov.br/seminariobim.php

O Grupo AJ esteve presente de algumas maneiras no evento. Alguns alunos das turmas de Master em Revit de Blumenau e de Chapecó estiveram presentes no evento. Além deles, um de nossos arquitetos da equipe de professores do Grupo AJ também esteve presente. E por fim, não menos importante (aliás, pelo contrário), um dos palestrantes foi um de nossos alunos. (Ten. Coronel. Washington Luke) que falou da implantação do BIM no Exército Brasileiro. Nesse ultimo caso, tivemos papel importante nessa implantação, pois treinamos parte da equipe do Exército e fomos os reponsáveis pela criação do primeiro template a ser usado pela DOM (Departamento de Obras Militares).

Aula de Revit aos profssores da UNOCHAPECO

Em fevereiro de 2014 aconteceu um treinamento básico de Revit Architecture aos professores da UNOCHAPECO em Santa Catarina.

O Grupo AJ foi convidado pela coordenação da faculdade de arquitetura para dar o treinamento e dar o ponta-pé inicial para o uso do Revit na faculdade dentro da graduação.

IMG_2356[1] IMG_2362[1]

Dessa maneira, seus professores estão aptos á discutir e apresentar a nova tencologia aos alunos da faculdade. Alguns professores estão participando do curso de Master em Revit que acontece na cidade e serão responsaveis pelas aulas da graduação.

quinta-feira, janeiro 30, 2014

Bibliotecas e templates do Revit 2014

Pessoal que precisa fazer download das bibliotecas e templates do Revit 2014, Revit Architecture 2014, Revis Structure 2014 e Revit MEP 2014, seguem os links para download. Devem seguir as instruções abaixo:

Para instalação dos arquivos de templates e familias de componentes do Revit 2014 o usuário deverá seguir os passos adiante:

1 - No Windows Explorer, habilitar a visualização de arquivos de diretorios ocultos (No Windows 7.0, no botão ORGANIZAR/LAYOUT/BARRA DE MENUS.
2 - Quando a Barra de Menus ficar habilitada, procurar FERRAMENTAS/OPÇÕES DE PASTA/MODO DE EXIBIÇÃO/MOSTRAR ARQUIVOS, PASTAS E UNIDADES OCULTAS.
3 - Depois de habilitado o modo de exibição, deverá retornar ao C:/
4 - Procurar C:/PROGRAM DATA/AUTODESK/RAC2014
5 - COpiar todas as informações dos templates e familias para dentro dessa pasta.
6 - Abrir o Revit
7 - Ir ao comando OPTIONS no APPLICATION MENU
8 - Procurar por FILE LOCATIONS
9 - Dentro do quadro, á direita, deverá adicionar um template (sinal de +) e procurar o arquivo C:\programa data\autodesk\rac2014\templates\default metric.rte
10 - No mesmo quadro, em PLACES, deverá adicionar o local das familias de componentes em c:\program data\autodesk\rac2014\libraries\...
11 - Reiniciar o Revit
12 - Iniciar um projeto clicando em default metric.rte

Revit Architecture 2014:
https://drive.google.com/?usp=folder&authuser=0#folders/0B3H1GRFTP4NZVVIzTWVZSlJqaFU

Obs: Também serve para quem usa o Revit 2014. A diferença é que não tem as bibliotecas e templates da parte de estrutura e instalações que devem fazer dowload nos links abaixo:

Revit Structure 2014:
https://drive.google.com/?usp=folder&authuser=0#folders/0B3H1GRFTP4NZcnRfMnM2SVhLTkU

Revit MEP 2014:
https://drive.google.com/?usp=folder&authuser=0#folders/0B3H1GRFTP4NZZm9NWmpwdllFVm8

sábado, janeiro 18, 2014

Master em Revit em Chapecó/SC

Curso Especialização em Revit_Chapeco128h_fev2014

Master em Revit em Palmas/TO

Master em Palmas

Em parceria com o IPOG/Palmas, abrimos uma turma para criação de especialistas em Revit em Tocantins.

Informações comerciais através dos contatos acima citados.

Informações técnicas através de alexjusti@alexjusti.com

Norma de Desempenho e outras NBRs agora podem ser acessadas gratuitamente no site da ABNT

A Associação Brasileira de Normas Técnicas (ANBT), em parceria com a Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial (ABDI), liberou o acesso gratuito à visualização e impressão de algumas normas técnicas brasileiras. Entre elas, está a Norma de Desempenho.

Ao todo, podem ser acessadas 48 normas dos setores da construção civil, de eletroeletrônico e bens de capital. Segundo as entidades, o número de normas com acesso gratuito pode aumentar com o passar do tempo.

Dentre as normativas da construção civil que contemplam a lista estão: as seis partes da NBR 15575 - Edificações Habitacionais - Desempenho, a NBR 15873 - Coordenação modular para edificações, a NBR 5626 - Instalação predial de água fria e a NBR 8044 - Projeto geotécnico - Procedimento, entre outras.

Já na área de eletricidade estão disponíveis normativas como NBR 16149 - Sistemas fotovoltaicos (FV) - Características da interface de conexão com a rede elétrica de distribuição e NBR 5181 - Sistemas de iluminação de túneis - Requisitos, entre outras.

Para acessar as normas, é preciso se cadastrar no site da ABDI. Veja todas as normas contempladas:

Construção Civil

Eletricidade

Fonte: Revista Techne (Pini)

http://techne.pini.com.br/engenharia-civil/normas-legislacao/artigo304341-1.aspx

quarta-feira, novembro 27, 2013

sexta-feira, novembro 22, 2013

quarta-feira, novembro 13, 2013

O que levar em consideração na hora de comprar uma placa de vídeo?

“Escolher novos componentes para turbinar o PC é sempre uma alegria, mas filtrar os tantos modelos e adquirir um produto realmente evoluído é uma tarefa difícil. No caso das placas de vídeo, o processo é ainda mais demorado e minucioso. Você deve considerar diversas especificações, avaliar inúmeros benchmarks e ainda buscar um produto com preço acessível.

Quem nunca passou por isso não faz ideia de como é complicado encontrar a placa perfeita. Pensando nisso, elaboramos um apanhado geral sobre o que levar em consideração na hora de comprar uma placa de vídeo.

 

AMD ou NVIDIA? ASUS ou MSI?

Se você está ligado nas notícias de hardware, deve saber que a AMD e a NVIDIA são as duas principais fabricantes de chips gráficos. Pois é, essas duas marcas são famosas, porém você dificilmente encontrará uma placa de vídeo desenvolvida por uma das empresas. Elas produzem apenas o "núcleo" das placas, deixando a montagem para outras companhias.

O que levar em consideração na hora de comprar uma placa de vídeo? (Fonte da imagem: Reprodução/NVIDIA)

O mercado está saturado de montadoras: ASUS, MSI, ECS, Sapphire e Powercolor são apenas algumas das tantas que atuam neste ramo. Elas combinam processador, módulos de memória, controladores, coolers e diversos outros componentes em uma única placa. Existem diversos modelos de placas, o que resulta em uma grande confusão para o comprador.

Algumas montadoras produzem placas apenas com chips da AMD, outras apenas com itens da NVIDIA e há também aquelas que trabalham com componentes das duas fabricantes. Para falar a verdade, a marca não vai fazer muita diferença, pois o que importa é executar o jogo com boa qualidade e desempenho.

O que levar em consideração na hora de comprar uma placa de vídeo? (Fonte da imagem: Divulgação/Sapphire)

Então não existe diferença? Claro que existe! Você deve conferir benchmarks em sites especializados para averiguar qual marca possui melhor desempenho. Algumas montadoras oferecem placas com overclock na GPU e na memória — geralmente são modelos mais robustos, mas também têm preços elevados.

 

Números e mais números

Os nomes das placas não são muito amigáveis e, às vezes, os números mais complicam do que ajudam. Geralmente, um número maior indica desempenho superior, mas essa não é uma regra geral. A GeForce GTX 680 é mais avançada do que a GTX 580; por outro lado, a GTX 670 perde para a GTX 590. Não dá para fazer comparações apenas levando esses números em conta.

Assim, você deve ter em mente que existem diferentes gerações de placas. As fabricantes oferecem uma enorme gama de modelos em cada série para atender aos diferentes perfis. Dentro de cada conjunto, a tendência é que os maiores números indiquem maior desempenho — mas é preciso atentar para alguns detalhes.

O que levar em consideração na hora de comprar uma placa de vídeo? (Fonte da imagem: Baixaki/Tecmundo)

Detalhamos todo este assunto no artigo “A escolha certa: como funcionam as nomenclaturas das placas de vídeo”. Depois de conferir o texto e tirar todas as suas dúvidas, vale visitar as tabelas com todos os modelos e especificações das placas, pois fica muito mais fácil compreender os detalhes expostos neste artigo.

  • Tabela comparativa das placas de vídeo da AMD/ATI
  • Tabela comparativa das placas de vídeo da NVIDIA

É hora de filtrar!

Agora, que você já entende sobre as nomenclaturas e tem consciência de que números nem sempre indicam potência, vamos aos principais fatores que você deve observar na hora de escolher a placa.

1) Memória

O papel da memória é armazenar texturas e dados que serão processados pelo chip gráfico. Em jogos pesados, a quantidade de memória é fundamental, pois a GPU necessita de muito espaço para guardar as informações. Quer um exemplo? Total War: Shogun 2 tem cenários e personagens recheados de detalhes. Neste jogo, uma placa com 3 GB faz toda a diferença.

Também não adianta escolher qualquer placa com 2 GB pensando que isso fará o game rodar perfeitamente. Muitas placas de vídeo com 512 MB superam modelos de 1 GB e até de 2 GB. Como? A largura de banda da memória influencia diretamente na performance. Componentes com interface de 256 bits superam outros que trabalham com 128 bits.

O que levar em consideração na hora de comprar uma placa de vídeo? (Fonte da imagem: Divulgação/ASUS)

Além disso, é preciso levar em consideração o clock da memória, pois este valor associado à interface resulta na taxa de transferência máxima — o que faz grande diferença durante a execução de jogos. Veja como você pode calcular a taxa de transferência da memória:

[número de bits] x [frequência da memória] / 8

Bom, se você está comprando uma placa básica, vale ficar atento ao tipo de memória. Algumas fabricantes ainda oferecem placas de vídeo com memória DDR3. Evite esse tipo de placa, pois o desempenho é muito inferior quando comparado a uma com módulos do tipo GDDR5.

2) Frequências

Antes de qualquer coisa, vale salientar que não é muito lógico comparar placas da AMD e da NVIDIA usando apenas o clock do processador como referência. Aliás, nem mesmo em comparações de uma mesma série é possível utilizar este fator como única importância.

Você até pode comparar dois modelos da AMD (ou da NVIDIA) utilizando este aspecto como base, entretanto, a comparação só faz sentido quando outras características são idênticas. Por exemplo: a Radeon HD 6850 e a Radeon HD 6870 possuem especificações muito parecidas. Nesse caso, você pode admitir que, por conta das frequências, a Radeon HD 6870 é melhor.

O que levar em consideração na hora de comprar uma placa de vídeo? (Fonte da imagem: Baixaki/Tecmundo)

Todavia, assim como os processadores comuns, os chips gráficos têm uma série de especificações que implicam diretamente no desempenho. Por exemplo: a Radeon HD 6770 trabalha a 850 MHz, enquanto a Radeon HD 6850 opera a 775 MHz. É claro que a Radeon HD 6770 realiza mais cálculos por segundo, mas isso não significa que ela é melhor.

A performance em jogos depende, entre outros fatores, da frequência da GPU, mas esse não é o único parâmetro. Uma placa equipada com uma Radeon HD 6850 apresentará desempenho superior, pois essa unidade gráfica trabalha com largura de banda da memória de 256 bits — o que aumenta a quantidade de dados que podem trafegar.

 

Qual é o seu perfil?

Perfil doméstico

Se você é um usuário que utiliza seu computador apenas para navegar na internet, criar documentos, ouvir músicas e realizar tarefas simples, saiba que a aquisição de uma boa placa de vídeo não é necessária para seu perfil. Todas as tarefas que você quiser realizar são possíveis em uma simples placa onboard, que você já deve possuir em seu computador.

O que levar em consideração na hora de comprar uma placa de vídeo? (Fonte da imagem: Divulgação/AMD)

Perfil profissional básico

Se você trabalha com edição de imagens e vídeos ou outras tarefas na parte de design, não tenha dúvida que uma placa de vídeo offboard é fundamental para você. É importante optar pelo menos por uma placa intermediária, visto que alguns programas — como o Adobe Photoshop — trabalham com ferramentas tridimensionais e podem desfrutar da GPU.

Perfil gamer

Como o próprio nome sugere, os usuários que se encaixam neste grupo são aqueles que procuram se divertir com os mais diversos tipos de games. Obviamente que você não precisa da melhor placa disponível no mercado para executar os jogos mais recentes, porém, caso esteja procurando por tecnologias recentes, uma placa top talvez seja a mais indicada.

O que levar em consideração na hora de comprar uma placa de vídeo? (Fonte da imagem: Divulgação/ASUS)

Perfil entusiasta

Você adora ter o melhor e não pode viver sem overclock? Então, você é um entusiasta! Não pense duas vezes, somente as placas mais recentes vão atender suas necessidades — provavelmente uma placa com duas GPUs é o mais indicado. Talvez, seja interessante até optar por uma configuração SLI ou CrossFire.

Perfil profissional avançado

Se você deseja montar um estúdio para edição de vídeos em alta definição ou para criação de animações profissionais, então, você se encaixa neste perfil. Placas comuns da série GeForce e Radeon não atendem suas necessidades. Opte por componentes mais robustos, como a ATI FirePro ou a NVIDIA Quadro.”

O que levar em consideração na hora de comprar uma placa de vídeo? (Fonte da imagem: Divulgação/NVIDIA)

Leve em consideração!

Monitor

Independente do seu perfil, antes de adquirir uma placa é crucial que você defina qual monitor será instalado em seu computador. Uma placa de alto desempenho pode ser um esbanjo para quem possui um monitor de baixa resolução.

Da mesma forma, uma unidade gráfica de baixa performance não é recomendada para telas de alta definição. Por quê? É interessante sempre utilizar a resolução máxima suportada pelo display. Com uma placa mais fraca, a taxa de quadros pode cair consideravelmente em alta resolução. Além disso, você não vai querer enxergar os pixels e ter gráficos distorcidos.

DirectX, Shader, OpenGL

Se você quer melhorar seu PC para aproveitar os games mais recentes, então, você precisa se lembrar de que os jogos mais avançados são desenvolvidos a partir das possibilidades abertas por novas tecnologias. Isso significa que a compatibilidade com as versões mais recentes do DirectX, do OpenGL e do Shader Model é uma característica essencial.

O que levar em consideração na hora de comprar uma placa de vídeo?

(Fonte da imagem: Divulgação/OpenGL)

Graças ao suporte para novas bibliotecas, você poderá desfrutar de recursos avançados, como o Tesselation. Evidentemente, antes de comprar sua placa, vale conferir alguns benchmarks para ter certeza de que ela oferece bons resultados com a utilização de tecnologias mais avançadas. Uma GPU muito básica vai sofrer para renderizar gráficos detalhados.

Conexões

Muitas das atuais placas gráficas trazem saídas HDMI. Todavia, algumas vêm equipadas com DisplayPort. Vale ficar atento à quantidade e ao tipo de conector, pois é complicado ficar utilizando adaptadores posteriormente. Claro, se você pretende trocar seu monitor em breve, então, já vale adquirir uma placa com o tipo de conexão necessário.

O que levar em consideração na hora de comprar uma placa de vídeo? (Fonte da imagem: Reprodução/Toms Hardware)

Além disso, você deve ficar ligado nas conexões de energia necessárias. Placas mais robustas requisitam um ou dois cabos de energia separados. Conforme o modelo, esse cabos podem ser de 6 ou 8 pinos. Geralmente, os componentes vêm com adaptadores, porém vale observar se sua fonte tem pelo menos um dos tipos necessários.

 

Escolha a sua!

Nossas sugestões acabam aqui. Essas orientações são apenas dicas gerais e recomendamos que você busque se informar diariamente sobre o assunto. Vale dar uma pesquisada mais profunda nos aspectos específicos de cada modelo. Além disso, procure acompanhar os benchmarks e ler análises, pois assim você tem como saber qual é o melhor modelo.

A fonte de energia também deve ser eficiente, afinal, não adianta adquirir uma placa se não há alimentação suficiente. E tenha em mente: nem sempre o mais caro é o melhor para você. Pode ser que uma placa mais barata atenda as suas necessidades e execute jogos em boa qualidade. Muitas vezes, sacrificar um pouco de desempenho pode poupar muito dinheiro.

Fonte: http://www.tecmundo.com.br/placa-de-video/1023-o-que-levar-em-consideracao-na-hora-de-comprar-uma-placa-de-video-.htm#ixzz2kZliNxDu

NVIDIA lança a placa Quadro K6000 de 12 GB GDDR5

NVIDIA renova linha Quadro com a placa K6000 de 12 GB GDDR5 (Fonte da imagem: Reprodução/NVIDIA)

O mercado profissional de placas de vídeo acaba de ganhar um novo modelo capaz de causar inveja nos gamers mais equipados. Trata-se da nova NVIDIA Quadro K6000, que pode dar novas possibilidades a diversos especialistas em animação, edição de vídeos, desenvolvimento de softwares e outros que estejam envolvidos com gráficos avançados e renderização pesada.

A NVIDIA Quadro K6000 oferece poder de processamento incrível e memória gráfica poderosa. São 2.880 CUDA cores para 5,2 TFLOPs de cálculos. Além disso, a placa de vídeo ainda oferece 12 GB de memória GDDR5, permitindo largura de banda de até 288 GB/s — sendo suficiente para exportar vídeos em resoluções 4K para até quatro monitores ao mesmo tempo. Você ainda duvida do poder dela?

NVIDIA renova linha Quadro com a placa K6000 de 12 GB GDDR5 (Fonte da imagem: Reprodução/NVIDIA)

Se você quiser rodar games nela, você pode, mas é preciso lembrar que os valores da NVIDIA Quadro K6000 são condizentes com a altíssima potência — ficando acima dos R$ 10 mil. Segundo o que foi publicado no site da NVIDIA Brasil, as novas placas profissionais estarão disponíveis a partir do segundo semestre deste ano — para os brasileiros, só é possível comprar o componente por importação.

NVIDIA Quadro K6000

  • CUDA Cores: 2.880;
  • Cálculos: 5,2 TFLOPs;
  • Interface de memória: 384-bit;
  • Largura de banda de memória: 288 GB/s;
  • Interface: PCI Express 3.0 x16;
  • Conectores: DVI-I DL, DVI-D DL; 2xDualPort 1.2;
  • Monitores simultâneos: 4;
  • API: Shader Model 5.0, OpenGL 4.3 e DirectX 11;
  • TDP: 225 W.

Fonte: http://www.tecmundo.com.br/nvidia/42284-nvidia-renova-linha-quadro-com-a-placa-k6000-de-12-gb-gddr5.htm#ixzz2kZkLrBL8

sexta-feira, novembro 08, 2013

Tabela comparativa das placas de vídeo da NVIDIA

header NVIDIA

tabelaplacasvideo

  • Valores marcados com “(V)” podem variar de acordo com o modelo disponibilizado pela montadora.
  • A marcação X2 denomina as placas com GPU duplo, via SLI integrado.
  • GPUs da família GeForce 8000 e superiores usam dois indicadores de clock, sendo que o listado na tabela refere-se apenas ao mais alto.
  • Fonte:http://www.tecmundo.com.br/placa-de-video/25591-tabela-comparativa-das-placas-de-video-da-nvidia.htm#ixzz2k4GPQ112

    sexta-feira, novembro 01, 2013

    Vantagens de fazer o treinamento e conquistar um certificado autorizado da Autodesk.

    Novos níveis de certificação oferecidos aos mercado:

    image

    image

    Certified USER:

    image

    Exemplo de certificado USER:

    image

    Certified Professional:

    image

    Exemplo de certificado PROFESSIONAL:

    image

    Certified SPECIALIST:

    image

    Exemplo de certificado SPECIALIST:

    image

    Mível das provas de certificação:

    image

    Atenção!!! Todas as provas acima são pagas a parte. Cada ACC oferece as provas de certificação em valores não padronizados no mercado. Verifique o preço antes de escolher seu ACC. Essas certificações não são oferecidas ao termino de um curso realizado em um ATC, a não ser que já conste no pacote oferecido pelo mesmo.

    O Grupo Alexander Justi é um ACC localizado em Brasília. Entre em contato para agendar sua prova no telefone (61) 3346-1213 / 3562-3095 ou pelo e-mail cursos@alexjusti.com

    O alunos dos cursos de Master em Revit realizados pelo Grupo AJ tem direito á prova de certificação USER na metade do curso.